28 de jun de 2012

Anos 90: Retrospectiva Musical


Fico muito feliz em participar desse blog, porque ele me dá a oportunidade de falar de assuntos que dificilmente eu teria espaço para falar em outro lugar. Um deles, é minha paixão por décadas. Sim, como uma boa nostálgica, sou apaixonada por décadas, pelas características que elas trazem consigo e pelas mudanças sociais que carregam. Uma década é sempre o retrato das mentes que por elas passaram, e esse é um pensamento que me muito me apraz.
Hoje, vou falar de uma das minhas décadas favoritas do século XX: Os fervilhantes, frenéticos, intensos e MARAVILHOSOS anos 90. Tenho um xodó especial pelos anos 90 porque foram anos que eu pude vivenciar, e quando falam 'anos 90', eu não tenho que ir fundo demais e imaginar algo que não vivi, porque eles fazem parte da minha história e tenho muito orgulho disso.

É muito difícil resumir uma década tão variada como a de 90 em um simples post, principalmente no quesito musical, que é tão vasto. Mas vou tentar fazê-lo de uma forma clara, mas que consiga trazer de volta a atmosfera azul marinho dessa década tão maravilhosa e inesquecível!

Uma década é sempre o contraste de outra. Os anos 80 marcaram época com seu exagero em tudo: cores vibrantes, cabelos artificializados, roupas misturadas e ritmos que se encontravam. Os anos 90, por sua vez, são uma resposta aos anos 80: Pelo menos em sua primeira metade, o exagero fica de lado, e é tomado pela melancolia do movimento grunge, e as cores vibrantes, aos poucos vão se tornando opacas. E as músicas ecoadas e levemente dançantes (até mesmo no rock n' roll) são substituídas por gritos de socorro, críticas sociais e baladas menos... espevitadas, hehe. 


  • 1990 - O cenário musical começa a mudar. 
Em 1990, o primeiro ano da década, já é possível perceber - ainda que de forma um pouco mais discreta - a mudança do cenário musical. Os gritos de Cindy Lauper, que embalaram os anos 80, são substituídos pela voz forte, porém suave, de Sinead O'Connor e temos uma Madonna mais enigmática em "Vogue", canção bem diferente das que foram lançadas por ela anteriormente, como "La Isla Bonita", de 1986. O Rock N' Roll também começa a perder a cara caricata consagrada anteriormente pelo Kiss e Van Halen, tornando-se um pouco mais seco. Percebemos isso em "Janie's Got a Gun" do Aerosmith.

Nothing Compares 2 U - Sinead O' Connor

Vogue - Madonna

Janie's Got a Gun - Aerosmith


  • 1991 - O início de uma década
Em 1991 já é possível perceber claramente que o rock mais realista e menos "pomposo" (como era o dos anos 80) começa a conquistar seu espaço. O pop de Madonna, Mariah Carey e o black music de Janet Jackson e Whitney Houston também continuam tendo seu espaço, mas percebemos que o rock chega para imperar seu espaço, e temos Losing My Religion - R.E.M, Wind of Change - Scorpions e Being Boring - Pet Shop Boys dentre as mais tocadas. Não podemos esquecer também da marcante Wicked Game de Chris Isaak e Everything I Do) I Do It For You, de Bryan Adams, que foi a mais tocada daquele ano. Foi também em 1991 que um dos discos mais revolucionários da história do rock, Nevermind (Nirvana), foi lançado, instituindo fortemente  um movimento que marcou sua época: O Grunge. 

Losing My Religion - R.E.M

Wind of Change - Scorpions

Wicked Game - Chris Isaak


  • 1992 - O Grunge que marcou época
O movimento que começou a surgir de forma discreta pelos subúrbios de grandes cidades dos Estados Unidos, já conquistava o mundo em 1992. Nesse ano, meio a baladas Elton John, Celine Dion e Donna Summer, o rock nu e cru do grunge se instalava e era reconhecido. Em 1992, NirvanaAlice in Chains, Pearl Jam, Red Hot Chili Peppers e Guns n' Roses cumpriam sua missão, mostrando ao mundo a que vieram. "Smells Like Teen Spirit', considerada o hino de uma geração, chegava ao topo das paradas de todos os continentes. Era a explosão do Grunge pelo mundo inteiro, que dava entrada a outros estilos melancólicos, como o Radiohead, que teve a explosão de seu hit mais conhecido, Creep, nesse ano. Artistas versáteis comoMichael Jackson Mariah Carey também não perderam seu espaço. 

Smells Like Teen Spirit - Nirvana 

Man in the Box - Alice in Chains

Even Flow - Pearl Jam 

Under the Bridge - Red Hot Chili Peppers

November Rain - Guns N' Roses 


  • 1993 - A Repercussão do Grunge
Hits de cunho pop continuavam mantendo seu espaço, mas por influência do movimento Grunge, muitas novas bandas de rock eram formadas, e seguindo a linha melancólica e barulhenta já conhecida, explodiam nas paradas. É o caso do Smashing Pumpkins, banda destaque desse ano. O country, que também é um dos estilos que ilustraram a década de 90 também se destacou com seus derivados nesse ano. Enquanto isso, Kurt Cobain e sua turma de deprimidos continuavam a bombardear as rádios do mundo inteiro com suas canções/hinos.

Today - Smashing Pumpkins

Wu Tang Clan - C.R.E.A.M
.
Mr. Jones - Counting Crows


  • 1994 - O rock permanece vivo, mas o Black Music começa a conquistar um espaço maior 
1994 foi um ano marcado por diversas canções lendárias no Rock, como "Black Hole Sun" - Soundgarden,Buddy Holly - Weezer e Closer - Nine Inch Nails. O estilo 'creep' permanecia, mas nesse ano houve uma explosão inusitada e diferente: As meninas do TLC, cujo estilo variava entre Black Music, Hip Hop e  Dance conquistaram os topos das paradas do mundo inteiro, desbancando nossos queridos roqueiros. Seriam elas as percussoras para o pop que ia invadir nossa casa nos anos seguintes? 
.
Waterfalls - TLC
 

Black Hole Sun - Soungarden 
 

Closer - Nine Inch Nails
 


  • 1995 - O pop retorna de mansinho 
1995 foi um ano marcado por boas canções de rock, como a inesquecível Wonderwall - Oasis, 1979 e Bullet with butterfly wings - Smashing Pumpkins, Ironic - Alanis Morisette e Fake Plastic Trees - Radiohead, mas nesse ano o pop de Madonna e Mariah Carey começou a avisar que retornaria com força total. A irreverente Gewn Stefani e seu No Doubt marcavam época enquanto o pop suave de The Cramberies e Des'rée conquistavam seu espaço nas rádios. E a rainha do pop, Madonna, mostrava que não seria esquecida tão cedo com "Take a Bow".
.
Wonderwall - Oasis
 

Bullet with Butterfly Wings - Smashing Pumpkins
 
.
Don't Speak - No Doubt 
 
.
Fake Plastic Trees - Radiohead
 


  • 1996 - O adeus definitivo do Grunge
Em 1996 já era possível perceber claramente que o movimento grunge estava ficando para trás, e que o cenário musical entrava em uma nova era, menos melancólica, mais pop, dando espaço a canções leves, que jamais teriam sido sucessos se fossem lançadas 3 anos antes. 1996 é o marco da divisão dos anos 90, e nesse ano, os principais sucessos foram Estoy Aqui - Shakira, I Believe I can Fly - R. Nelly, What I Got -Sublime e  Woo-Hah!! Got You All In Check - Busta Rhymes. Também podemos destacar o som suave dosCardigans, banda que também marcou este ano. 
.
Lovefool - The Cardigans
 
..
What I got - Sublime


Estoy Aquí - Shakira
 


  • 1997 - O último suspiro do Rock
Grandes nomes da música como "The Verve", "Foo Fighters", "Radiohead" e "Green Day" marcaram época em 1997, mas apesar de as músicas mais tocadas no ano de 1997 forem essencialmente do gênero Rock, foi nesse ano que o pop começou a ganhar mais força, com as inesquecíveis Spice Girls, o 'N Sync e osBackstreet Boys. 1997 foi o último ano da década de 90 que teve o rock no topo das paradas, por isso digo que aconteceu o último suspiro do Rock; o que não foi de todo ruim, já que os grupos de pop a serem lançados posteriormente marcaram a infância e a adolescência de muitos de nós que já passaram dos 20 anos. ^^
.
Bittersweet Simphony - The Verve
 

Song 2 - Blur
 

Everlong - Foo Fighters
.
2 Become 1 - Spice Girls


  • 1998 - O Pop inocente 
1998. Muitos nomes que fazem sucesso até os dias de hoje marcaram esse ano, que na minha memória, é tão recente. Foi a explosão de Britney Spears, a consagração de Cher e o "absolutismo" de Madonna. Spice Girls, Backstreet Boys e 'N Sync continuavam "mandando" ver nas paradas, e esse foi, definitivamente um ano da música pop. O pop inocente, apaixonado, porém dançante, que marcou o final da  alucinada década de 90.
.
As Long As You Love Me - Backstreet Boys
 
.
Baby One More Time - Britney Spears
 
..

Viva Forever - Spice Girls
 
.
Believe - Cher
 


  • 1999 - O Adeus dos anos 90
Toda década tem seu fim, e como sempre acontece, o último ano dos anos 90 nos introduziu a aquilo que nos esperava nos anos 2000. Nomes diferentes como "Incubus", "Blink 182" e "Eminem" começavam a entrar em cena, para deixar sua marca fixa na década que se seguiria. Beyoncé e as meninas do "Destiny's Child"também marcaram sua presença, já avisando que não queriam ficar de fora da década seguinte (e não ficariam). E esse foi o fim musical da majestosa década de 90!
.
Drive - Incubus
.
All The Small Things - Blink 182
.
My Name Is - Eminem


Curiosidade sobre a década:
Além do movimento Grunge, há mais um movimento que marcou visivelmente a década de 90: O movimentoClubber. Esse movimento também possui uma forte ligação com a música, mas segue uma linha totalmente diferente e muito mais alternativa da que me foi possível postar hoje. Prometo que farei um post só para o movimento Clubber, mais para frente! =)

Destaques da década de 90:
É impossível, em um único post, colocar tudo que marcou musicalmente uma década inteira, e fico até envergonhada por GRANDES nomes não terem sido sequer citados na retrospectiva. Então, resolvi fazer uma lista de bandas e artistas que marcaram significativamente os anos 90, e que podem não ter sido citados acima, mas que são de extrema importância e influência:
  • Garbage
  • Pennywise
  • Bad Religion
  • Green Day
  • Des'rée
  • The Cramberries
  • The Corrs
  • Joan Osbourne
  • Alice Keys
  • Christina Aguilera
  • Melvins
  • Depeche Mode
  • Lasgo
  • Blind Melon
  • Disturbed
  • Nickleback
  • Slipknot
  • Korn
  • Anthrax
  • Limp Bizkit
  • Fuel
  • Hanson
Anos 90 (e suas músicas) no Brasil:
No Brasil o cenário musical dos anos 90 foi um pouco diferente do resto do mundo. Enquanto Nirvana estourava com "Come As You Are", o pagode estava em alta por aqui, e nomes como É O Tchan!, Raça Negra, Soweto, Katinguelê, Adriana e a Rapaziada, Só pra Contrariar, Terrasamba, Latino, Os Travessos, Leandro e Leonardo, Zezé Di Camargo e Luciano dominavam as paradas. Mas também havia muito para nos orgulharmos como os INESQUECÍVEIS Mamonas Assassinas. Adriana Calcanhoto, Skank e Jota Questtambém deixaram sua marca nos anos 90 Brasileiros. No final da década, foi possível conferir o fenômeno da dupla Sandy & Jr. Então, para finalizar, um pequeno tour pelo que  foi a década (de forma rasa, porque há muita coisa que merece ser destacada num próximo post) no Brasil:
.
Lá Vem o Negão - Cravo e Canela
.
Segura o Tchan - É o Tchan
.
Terrasamba - Liberar Geral
.
Garota Nacional - Skank
.
Não Ter - Sandy & Júnior

Queria declarar que foi UM PRAZER para mim fazer esse post! 
Até a próxima, pessoal!

Maria Luísa Lembrança é Fotógrafa e estudante de Psicologia. Apaixonada por todas as artes em sua essência, sempre busca estar em contato com elas ao máximo que pode. Tem a alma meio hippie e a cabeça meio grunge. Tem uma adoração esquisita coisas antigas e janelas alheias. Beatlemaníaca assumida, também é fã de Pink Floyd e Led Zeppelin e movimentos de contracultura.


1 Comentários:

Vassoura disse...

Post muito foda, preto! Tem umas músicas aí que fazia tempo que eu não ouvia. hahaha

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger